Coordenação Municipal do SEAMA realiza formação para Gestores em Bacurituba.

Ocorreu hoje(5), na Escola Galdina Serrão, a formação dos Coordenadores Municipais do SEAMA em Bacurituba.

Na oportunidade a Coordenadora Municipal do SEAMA em Bacurituba, Prof. Maria das Neves, repassou todo o processo formativo sobre o programa.

Após os devidos esclarecimentos sobre a metodologia de aplicação das provas do SEAMA que serão nos dias 11 e 12 de mês junho. Os Gestores Escolares receberam os pacotes contendo os cadernos de provas e fichas de informação.

Participaram desta formação os gestores das escolas da rede Municipal de Bacurituba que irão participar das avaliações do SEAMA.

Escola Municipal Miguel Arcângelo Mendes – provas com alunos do 5° e 9° ano

Escola de Ensino Fundamental Professora Camélia Farias Dias – provas do 9° ano

Escola Municipal José Carneiro Dias Vieira – provas com alunos 5° ano

Unidade Integrada Galdina Serrão- provas com alunos do 5° ano.

O que é o SEAMA?

O Maranhão está entre os estados brasileiros que possuem sistema próprio de avaliação educacional. Trata-se do Sistema Estadual de Avaliação do Maranhão (Seama), criado pelo Governo do Estado, no âmbito da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), como política de acompanhamento das escolas, seus indicadores educacionais e melhoria na aprendizagem dos estudantes maranhenses.

Inédito no Maranhão, o sistema permitirá estabelecer o índice próprio do estado, contribuindo para a melhor definição das metas conforme as redes; acompanhamento dos resultados dos estudantes no decorrer do ano; análise da prática avaliativa desenvolvida nas escolas (por meio da compatibilização dos resultados nos simulados e nas atividades de sala de aula), entre outros avanços.

O Seama também representa um reforço às ações de colaboração com os municípios, por meio do Pacto pela Aprendizagem, lançado pelo governador Flávio Dino no início deste ano e integra, também, o Programa Escola Digna.

“Muitos estados que avançaram nos indicadores educacionais já possuem sistemas próprios de avaliação. Ter um sistema próprio é importante para os estudantes, para os gestores escolares e dirigentes de educação. Por isso, a União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime) é parceria do Estado neste processo. Será um ganho importante para que o Maranhão cresça ainda mais em qualidade, que é a determinação do governador Flávio Dino, uma educação pública de qualidade social”, enfatizou a secretária adjunta da Seduc, Nádya Dutra.

Aplicação

Everton Vieira Ribeiro, coordenador municipal de Carutapera

Everton Vieira Ribeiro, coordenador municipal de Carutapera

A primeira avalição do Seama será aplicada nos próximos dias 11 e 12 junho para estudantes dos 5° e 9° anos do Ensino Fundamental das redes municipais e estadual, e do 3° ano do Ensino Médio, da rede estadual. O sistema será trabalhando de forma conjunta com a Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), por meio do CAED, referência em avaliação educacional no país.

Nesta quarta-feira (29), o governo reuniu, no auditório do Convento das Mercês, secretários e técnicos dos municípios para apresentação do Sistema, suas diretrizes e orientações acerca da logística da primeira avaliação do sistema público de educação do Maranhão, que terá a gestão da Seduc, com a coordenação das Unidades Regionais de Educação (UREs), coordenação municipal e na escola, e a participação de professores aplicadores.

Segundo o presidente da Undime, Joaquim Neto, cerca de 150 municípios já aderiram ao Seama. Para ele, o sistema é um marco para a educação pública maranhense. “Agrademos muito pela iniciativa do Estado. Essa ação só vai melhorar nossa educação. Vai fortalecer muito o nosso trabalho nos municípios, apoiando nossas ações”, ressaltou Neto, que também é secretário municipal de Educação de Rosário.

“Vamos ter uma visão, um diagnóstico de como estão os nossos alunos, para que possamos corrigir as dificuldades. Como é um processo amplo, vai possibilitar um retrato do desempenho dos alunos, para que possamos traçar ações para fortalecer a aprendizagem dos estudantes e garantir o direito à aprendizagem, que é dever do poder público, de todos nós”, ponderou Everton Vieira Ribeiro, coordenador municipal de Carutapera.

Maria da Glória, do município de Cajari, ressaltou os ganhos que o Seama trará para a educação pública. “É de grande valia para corrigir uma lacuna que tínhamos no Maranhão. É muito importante que o município se envolva nesse processo, uma vez que o Estado já está nos dando todo esse suporte para trabalharmos a partir do nosso município”, avaliou.

Metodologia

A primeira avaliação que será realizada no mês de junho terá 21 cadernos de prova de modelos diferenciados, baseados na Teoria da Resposta ao Item, a qual leva em consideração o grau de dificuldade da questão. Em todas as séries, serão avaliadas as disciplinas de Língua Portuguesa e Matemática, sendo 44 questões para o 5º ano do Ensino Fundamental e 52 questões para o 9º ano do Ensino Fundamental e 1ª série do Ensino Médio.

Aproximadamente 280 mil estudantes participarão dos testes, sendo: 103.685 estudantes do 5º ano do Ensino Fundamental; 93.912 estudantes, do 9º ano do Ensino Fundamental, e 82.321 estudantes da 3ª série do Ensino Médio.

Polícia Militar de Bequimão prende suspeitos de assalto no povoado Vila do Meio.

Na terça-feira dia (04) por volta das 19h a Polícia Militar de Bequimão foi informada que havia ocorrido um assalto no povoado Vila do Meio, zona rural do município.

A vítima, a Sra. Rosiane Pereira teria sido abordada por dois elementos armados em uma moto e roubada a quantia de de $4.000,00 (quarto mil reais) da vítima e logo em seguida, saíram em fuga.

A Polícia Militar de Bequimão começou a fazer buscas na redondeza a fim de identificar e capturar os supostos autores do fato e na manhã de hoje quarta-feira(05) a Polícia conseguiu chegar aos suspeitos de autoria e aos supostos mentores do fato.

Sendo estes:

Os supostos autores do assalto são: Lucas Ribeiro Rodrigues (19 anos) e Vinícius Amorim Almeida (20 anos)

Benedito Mendes França (33 anos) e Evaldo Coelho Pereira (40 anos) como os supostos idealizadores do fato, já que eles sabiam que a vítima tinha realizado a retirada da quantia roubada.

Os mesmos foram detidos pela polícia Militar de Bequimão e encaminhados a Delegacia para serem tomadas as devidas providências.

Foi recuperado a quantia de $3.536,00 (três mil, quinhentos e trinta e três reais) produto do furto e apreendida a Moto Titan prata usada para realizar o assalto.

Fonte: PM-Bequimão

Prefeitura de Bacurituba entrega apostilas aos alunos da Educação Infantil

Diante das dificuldades financeiras que as prefeituras então enfrentando, a Prefeitura de Bacurituba por meio da Secretaria Municipal de Educação, busca garantir um ensino de qualidade a todos os seus alunos.

Com esta visão, o prefeito José Sisto e a equipe da Secretaria Municipal de Educação elaboraram uma apostila para todos os alunos da Educação infantil no município considerando a Base Nacional Curricular Comum e o Documento Curricular do Território Maranhense.

Na ocasião, foi feita a entrega das paostilas pela Supervisora da Educação Infantil, Professora Elimar Câmara informou aos professores que foram imopressas e encadernadas 228 apostilas da Educação Infantil, que serão entregues para todos os alunos da Rede Pública Municipal de Ensino.

As apostilas são padronizadas, e foi realizada a partir de um trabalho desenvolvido pelos profissionais da SEMED, o que garante ser um material de qualidade e de acordo com as necessidades e a realidade dos nossos alunos.

As apostilas são padronizadas, e foi realizada a partir de um trabalho desenvolvido pelos profissionais da SEMED, o que garante ser um material de qualidade e de acordo com as necessidades e a realidade dos nossos alunos.

“Estamos apresentando para eles a apostila que está sendo disponibilizada pelo prefeito José Sisto, através da Secretaria Municipal de Educação. É nosso compromisso oferecer uma melhor educação para os nossos alunos. Nesta apostila tem o material que contempla todas as etapas da Educação Infantil e estamos fornecendo aos alunos de todas as escolas da educação infantil da sede e zona rural de Bacurituba”, afirmou a Secretária Municipal de Educação, Telma Barros.

“A Educação Infantil é a fase mais importante, pois é aqui que se inicia o primeiro aprendizado das crianças e o bom desenvolvimento do aluno nesta base é que irá desenvolvê-lo nas séries futuras, então tudo depende da educação infantil. A família tem um papel importantíssimo em todos os processos do desenvolvimento educacional de seus filhos, a educação se aprende em casa, na escola eles tem acesso aos conhecimentos e informações gerais acerca das disciplinas; e cabe a nós apoiarmos essas famílias que estão acompanhando este processo, formando assim a parceria entre família, escola e governo municipal”, destacou a Supervisora da Educação Infantil, Professora Elimar Câmara.

EDUCAÇÃO: Provas da OBMEP/2019 são aplicadas hoje aos alunos da rede municipal de Educação de Bacurituba.

A Primeira Fase da 15ª Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP) de 2019 ocorrereu nesta terça-feira (21) em mais de 54 mil instituições de ensino de todo o país. Nesta primeira etapa, mais de 18,1 milhões de estudantes de 99,71% dos municipios estão inscritos para a prova.

Cada uma das 54.830 escolas participantes – número recorde de unidades de ensino inscritas – aplicará e corrigirá as provas, conforme as instruções e os gabaritos elaborados pelo Instituto de Matemática Pura e Aplicada (IMPA).

Os concorrentes terão duas horas e 30 minutos para resolver as 20 questões do exame, preparado em três níveis, de acordo com o grau de escolaridade: Nível 1 (6º e 7º anos do Ensino Fundamental), Nível 2 (8º e 9º anos do Ensino Fundamental) e Nível 3 (estudantes do Ensino Médio). Os alunos classificados nesta etapa farão a prova da Segunda Fase, em 28 de setembro.

“A prova da OBMEP permite detectar alunos com talento para a Matemática. Uma premiação na olimpíada abre portas. A participação nos programas de iniciação científica, por exemplo, onde o jovem tem contato com colegas com aptidões, interesses e ambições semelhantes”, observa o diretor-adjunto do IMPA e coordenador-geral da OBMEP, Claudio Landim.

Sobre a OBMEP

Promovida com recursos do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) e do Ministério da Educação (MEC), a acompetição é destinada a estudantes a partir do 6º ano do Ensino Fundamental até o 3º ano do Ensino Médio. A olimpíada objetiva contribuir para estimular o estudo da Matemática, identificar jovens talentosos, incentivar o ingresso dos estudantes em áreas científicas e tecnológicas e promover a inclusão social pela difusão do conhecimento.

A OBMEP premia separadamente alunos de escolas públicas e privadas. Aos primeiros serão concedidas 6.500 medalhas (500 ouros, 1.500 pratas e 4.500 bronzes) e até 46.200 certificados de Menção Honrosa. Estudantes de instituições particulares receberão 975 medalhas (75 ouros, 225 pratas e 675 bronzes) e até 5.700 certificados de Menção Honrosa. A divulgação dos vencedores está prevista para 3 de dezembro.

Professores da rede Municipal de Bacurituba participam do 2° encontro de Formação sobre a BNCC e o DCTM.


Em 2018, estados e municípios se mobilizaram na reelaboração de seus currículos para a Educação Infantil e o Ensino Fundamental à luz da Base Nacional Comum Curricular. Em 2019, o processo de implementação avança e é hora de repensar a formação continuada dos professores alinhada aos referenciais curriculares e à BNCC.

A SEMED de Bacurituba vem cumprindo as exigências do Regime de Colaboração e promovendo formações continuadas sobre a Base Nacional Curricular Comum – BNCC e o Documento Curricular do Território Maranhense.

O 2° encontro aconteceu na Escola Galdina Serrão, sede do municipio de Bacurituba. A Formação foi realizada nos dois turnos( matutino e vespertino) e no horário de aula dos professores.

A formação foi dada pelos Professores Jefferson Cantanhede(Articulador da BNCC e Coordenador Pedagógico) e a Professora Michelle Lopes Pinto (Assessora Técnica da SEMED).

EDUCAÇÃO: Escola Carneiro de Freitas, em Peri-Mirim, realiza palestra sobre Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes

Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes é celebrado anualmente em 18 de maio.

Mas na Escola Carneiro de Freitas em Peri-Mirim essa Dia foi adiado para hoje(20).

De acordo com dados da Secretaria de Direitos Humanos, é assustador o número de casos de violência sexual contra crianças e adolescentes no país. Por isso, foi criada esta data com o intuito de ajudar a combater este mal que destrói a vida de milhares de jovens todos os anos.

Como surgiu o Dia Nacional Contra o Abuso e Exploração Sexual Infantil

A escolha desta data é em memória do “Caso Araceli”, um crime que chocou o país na época. Araceli Crespo era uma menina de apenas 8 anos de idade, que foi violada e violentamente assassinada em 18 de maio de 1973. Este crime, apesar de hediondo, ainda segue impune.

O Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes foi instituído oficialmente no país através da lei nº 9.970, de 17 de maio de 2000.

Normalmente, nesta data, são realizadas diversas atividades, sejam nas escolas e demais espaços sociais, como por exemplo palestras e oficinas temáticas sobre a prevenção contra a violência sexual.

O Comitê Nacional de Enfrentamento à Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes é o grupo responsável por organizar e promover nacionalmente esta data.

No Brasil, o Disque 100 é um serviço gratuito disponibilizado pela Secretaria dos Direitos Humanos da Presidência da República que registra denúncias anônimas de jovens que se sintam ameaçados ou que sofreram qualquer tipo de abuso ou exploração sexual.

Abuso sexual x Exploração sexual

Não apenas o abuso sexual (que normalmente acontece no seio familiar do jovem), mas também a exploração sexual é combatida nesta data.

Muita gente confunde o significado do abuso sexual com a exploração sexual. São duas coisas diferentes. A exploração sexual consiste em usar a criança ou o adolescente como meio de faturar dinheiro, oferecendo o menor como “ferramenta” de satisfação sexual.