Polícia Militar prende homem por porte ilegal de arma em bar da cidade de Bequimão.

Na tarde de ontem(15), por volta das 17h, a Polícia Militar de Bequimão, no comando do Sgt PM Allan Ribeiro, em uma de suas rondas e abordagens de rotina na cidade de Bequimão, realizou uma abordagem em um bar no ramal de Bequimão e encontrou o elemento Francinaldo Costa, vulgo (Valdo). Este é morador da cidade de Peri-Mirim, o mesmo estava portando um revólver calibre 38 totalmente carregado e a quantia de R$1.207,00.

Ao ser abordado pelos Policiais, o mesmo não soube explicar a origem do dinheiro, e também não soube explicar o motivo pelo qual estava armado.

A Polícia Militar deu voz de prisão ao indivíduo e o conduziu para a Delegacia Regional de Pinheiro para sejam tomadas as devidas providências legais.

Fonte: PM-Bequimão.

Coordenação Municipal do SEAMA realiza formação para Gestores em Bacurituba.

Ocorreu hoje(5), na Escola Galdina Serrão, a formação dos Coordenadores Municipais do SEAMA em Bacurituba.

Na oportunidade a Coordenadora Municipal do SEAMA em Bacurituba, Prof. Maria das Neves, repassou todo o processo formativo sobre o programa.

Após os devidos esclarecimentos sobre a metodologia de aplicação das provas do SEAMA que serão nos dias 11 e 12 de mês junho. Os Gestores Escolares receberam os pacotes contendo os cadernos de provas e fichas de informação.

Participaram desta formação os gestores das escolas da rede Municipal de Bacurituba que irão participar das avaliações do SEAMA.

Escola Municipal Miguel Arcângelo Mendes – provas com alunos do 5° e 9° ano

Escola de Ensino Fundamental Professora Camélia Farias Dias – provas do 9° ano

Escola Municipal José Carneiro Dias Vieira – provas com alunos 5° ano

Unidade Integrada Galdina Serrão- provas com alunos do 5° ano.

O que é o SEAMA?

O Maranhão está entre os estados brasileiros que possuem sistema próprio de avaliação educacional. Trata-se do Sistema Estadual de Avaliação do Maranhão (Seama), criado pelo Governo do Estado, no âmbito da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), como política de acompanhamento das escolas, seus indicadores educacionais e melhoria na aprendizagem dos estudantes maranhenses.

Inédito no Maranhão, o sistema permitirá estabelecer o índice próprio do estado, contribuindo para a melhor definição das metas conforme as redes; acompanhamento dos resultados dos estudantes no decorrer do ano; análise da prática avaliativa desenvolvida nas escolas (por meio da compatibilização dos resultados nos simulados e nas atividades de sala de aula), entre outros avanços.

O Seama também representa um reforço às ações de colaboração com os municípios, por meio do Pacto pela Aprendizagem, lançado pelo governador Flávio Dino no início deste ano e integra, também, o Programa Escola Digna.

“Muitos estados que avançaram nos indicadores educacionais já possuem sistemas próprios de avaliação. Ter um sistema próprio é importante para os estudantes, para os gestores escolares e dirigentes de educação. Por isso, a União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime) é parceria do Estado neste processo. Será um ganho importante para que o Maranhão cresça ainda mais em qualidade, que é a determinação do governador Flávio Dino, uma educação pública de qualidade social”, enfatizou a secretária adjunta da Seduc, Nádya Dutra.

Aplicação

Everton Vieira Ribeiro, coordenador municipal de Carutapera

Everton Vieira Ribeiro, coordenador municipal de Carutapera

A primeira avalição do Seama será aplicada nos próximos dias 11 e 12 junho para estudantes dos 5° e 9° anos do Ensino Fundamental das redes municipais e estadual, e do 3° ano do Ensino Médio, da rede estadual. O sistema será trabalhando de forma conjunta com a Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), por meio do CAED, referência em avaliação educacional no país.

Nesta quarta-feira (29), o governo reuniu, no auditório do Convento das Mercês, secretários e técnicos dos municípios para apresentação do Sistema, suas diretrizes e orientações acerca da logística da primeira avaliação do sistema público de educação do Maranhão, que terá a gestão da Seduc, com a coordenação das Unidades Regionais de Educação (UREs), coordenação municipal e na escola, e a participação de professores aplicadores.

Segundo o presidente da Undime, Joaquim Neto, cerca de 150 municípios já aderiram ao Seama. Para ele, o sistema é um marco para a educação pública maranhense. “Agrademos muito pela iniciativa do Estado. Essa ação só vai melhorar nossa educação. Vai fortalecer muito o nosso trabalho nos municípios, apoiando nossas ações”, ressaltou Neto, que também é secretário municipal de Educação de Rosário.

“Vamos ter uma visão, um diagnóstico de como estão os nossos alunos, para que possamos corrigir as dificuldades. Como é um processo amplo, vai possibilitar um retrato do desempenho dos alunos, para que possamos traçar ações para fortalecer a aprendizagem dos estudantes e garantir o direito à aprendizagem, que é dever do poder público, de todos nós”, ponderou Everton Vieira Ribeiro, coordenador municipal de Carutapera.

Maria da Glória, do município de Cajari, ressaltou os ganhos que o Seama trará para a educação pública. “É de grande valia para corrigir uma lacuna que tínhamos no Maranhão. É muito importante que o município se envolva nesse processo, uma vez que o Estado já está nos dando todo esse suporte para trabalharmos a partir do nosso município”, avaliou.

Metodologia

A primeira avaliação que será realizada no mês de junho terá 21 cadernos de prova de modelos diferenciados, baseados na Teoria da Resposta ao Item, a qual leva em consideração o grau de dificuldade da questão. Em todas as séries, serão avaliadas as disciplinas de Língua Portuguesa e Matemática, sendo 44 questões para o 5º ano do Ensino Fundamental e 52 questões para o 9º ano do Ensino Fundamental e 1ª série do Ensino Médio.

Aproximadamente 280 mil estudantes participarão dos testes, sendo: 103.685 estudantes do 5º ano do Ensino Fundamental; 93.912 estudantes, do 9º ano do Ensino Fundamental, e 82.321 estudantes da 3ª série do Ensino Médio.

Polícia Militar de Bequimão prende suspeitos de assalto no povoado Vila do Meio.

Na terça-feira dia (04) por volta das 19h a Polícia Militar de Bequimão foi informada que havia ocorrido um assalto no povoado Vila do Meio, zona rural do município.

A vítima, a Sra. Rosiane Pereira teria sido abordada por dois elementos armados em uma moto e roubada a quantia de de $4.000,00 (quarto mil reais) da vítima e logo em seguida, saíram em fuga.

A Polícia Militar de Bequimão começou a fazer buscas na redondeza a fim de identificar e capturar os supostos autores do fato e na manhã de hoje quarta-feira(05) a Polícia conseguiu chegar aos suspeitos de autoria e aos supostos mentores do fato.

Sendo estes:

Os supostos autores do assalto são: Lucas Ribeiro Rodrigues (19 anos) e Vinícius Amorim Almeida (20 anos)

Benedito Mendes França (33 anos) e Evaldo Coelho Pereira (40 anos) como os supostos idealizadores do fato, já que eles sabiam que a vítima tinha realizado a retirada da quantia roubada.

Os mesmos foram detidos pela polícia Militar de Bequimão e encaminhados a Delegacia para serem tomadas as devidas providências.

Foi recuperado a quantia de $3.536,00 (três mil, quinhentos e trinta e três reais) produto do furto e apreendida a Moto Titan prata usada para realizar o assalto.

Fonte: PM-Bequimão

Prefeitura de Bacurituba entrega apostilas aos alunos da Educação Infantil

Diante das dificuldades financeiras que as prefeituras então enfrentando, a Prefeitura de Bacurituba por meio da Secretaria Municipal de Educação, busca garantir um ensino de qualidade a todos os seus alunos.

Com esta visão, o prefeito José Sisto e a equipe da Secretaria Municipal de Educação elaboraram uma apostila para todos os alunos da Educação infantil no município considerando a Base Nacional Curricular Comum e o Documento Curricular do Território Maranhense.

Na ocasião, foi feita a entrega das paostilas pela Supervisora da Educação Infantil, Professora Elimar Câmara informou aos professores que foram imopressas e encadernadas 228 apostilas da Educação Infantil, que serão entregues para todos os alunos da Rede Pública Municipal de Ensino.

As apostilas são padronizadas, e foi realizada a partir de um trabalho desenvolvido pelos profissionais da SEMED, o que garante ser um material de qualidade e de acordo com as necessidades e a realidade dos nossos alunos.

As apostilas são padronizadas, e foi realizada a partir de um trabalho desenvolvido pelos profissionais da SEMED, o que garante ser um material de qualidade e de acordo com as necessidades e a realidade dos nossos alunos.

“Estamos apresentando para eles a apostila que está sendo disponibilizada pelo prefeito José Sisto, através da Secretaria Municipal de Educação. É nosso compromisso oferecer uma melhor educação para os nossos alunos. Nesta apostila tem o material que contempla todas as etapas da Educação Infantil e estamos fornecendo aos alunos de todas as escolas da educação infantil da sede e zona rural de Bacurituba”, afirmou a Secretária Municipal de Educação, Telma Barros.

“A Educação Infantil é a fase mais importante, pois é aqui que se inicia o primeiro aprendizado das crianças e o bom desenvolvimento do aluno nesta base é que irá desenvolvê-lo nas séries futuras, então tudo depende da educação infantil. A família tem um papel importantíssimo em todos os processos do desenvolvimento educacional de seus filhos, a educação se aprende em casa, na escola eles tem acesso aos conhecimentos e informações gerais acerca das disciplinas; e cabe a nós apoiarmos essas famílias que estão acompanhando este processo, formando assim a parceria entre família, escola e governo municipal”, destacou a Supervisora da Educação Infantil, Professora Elimar Câmara.

EDUCAÇÃO: Provas da OBMEP/2019 são aplicadas hoje aos alunos da rede municipal de Educação de Bacurituba.

A Primeira Fase da 15ª Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP) de 2019 ocorrereu nesta terça-feira (21) em mais de 54 mil instituições de ensino de todo o país. Nesta primeira etapa, mais de 18,1 milhões de estudantes de 99,71% dos municipios estão inscritos para a prova.

Cada uma das 54.830 escolas participantes – número recorde de unidades de ensino inscritas – aplicará e corrigirá as provas, conforme as instruções e os gabaritos elaborados pelo Instituto de Matemática Pura e Aplicada (IMPA).

Os concorrentes terão duas horas e 30 minutos para resolver as 20 questões do exame, preparado em três níveis, de acordo com o grau de escolaridade: Nível 1 (6º e 7º anos do Ensino Fundamental), Nível 2 (8º e 9º anos do Ensino Fundamental) e Nível 3 (estudantes do Ensino Médio). Os alunos classificados nesta etapa farão a prova da Segunda Fase, em 28 de setembro.

“A prova da OBMEP permite detectar alunos com talento para a Matemática. Uma premiação na olimpíada abre portas. A participação nos programas de iniciação científica, por exemplo, onde o jovem tem contato com colegas com aptidões, interesses e ambições semelhantes”, observa o diretor-adjunto do IMPA e coordenador-geral da OBMEP, Claudio Landim.

Sobre a OBMEP

Promovida com recursos do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) e do Ministério da Educação (MEC), a acompetição é destinada a estudantes a partir do 6º ano do Ensino Fundamental até o 3º ano do Ensino Médio. A olimpíada objetiva contribuir para estimular o estudo da Matemática, identificar jovens talentosos, incentivar o ingresso dos estudantes em áreas científicas e tecnológicas e promover a inclusão social pela difusão do conhecimento.

A OBMEP premia separadamente alunos de escolas públicas e privadas. Aos primeiros serão concedidas 6.500 medalhas (500 ouros, 1.500 pratas e 4.500 bronzes) e até 46.200 certificados de Menção Honrosa. Estudantes de instituições particulares receberão 975 medalhas (75 ouros, 225 pratas e 675 bronzes) e até 5.700 certificados de Menção Honrosa. A divulgação dos vencedores está prevista para 3 de dezembro.

Professores da rede Municipal de Bacurituba participam do 2° encontro de Formação sobre a BNCC e o DCTM.


Em 2018, estados e municípios se mobilizaram na reelaboração de seus currículos para a Educação Infantil e o Ensino Fundamental à luz da Base Nacional Comum Curricular. Em 2019, o processo de implementação avança e é hora de repensar a formação continuada dos professores alinhada aos referenciais curriculares e à BNCC.

A SEMED de Bacurituba vem cumprindo as exigências do Regime de Colaboração e promovendo formações continuadas sobre a Base Nacional Curricular Comum – BNCC e o Documento Curricular do Território Maranhense.

O 2° encontro aconteceu na Escola Galdina Serrão, sede do municipio de Bacurituba. A Formação foi realizada nos dois turnos( matutino e vespertino) e no horário de aula dos professores.

A formação foi dada pelos Professores Jefferson Cantanhede(Articulador da BNCC e Coordenador Pedagógico) e a Professora Michelle Lopes Pinto (Assessora Técnica da SEMED).